AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

exportações

Impulsionadas pela elevação em mais de 85% na demanda externa da Argentina, as exportações da indústria gaúcha cresceram 2,3% em julho na relação com o mesmo mês do ano passado, totalizando US$ 1,02 bilhão. Caso a demanda externa do país vizinho se mantivesse constante, as vendas externas no setor secundário do Estado seriam de -5,3%, sete pontos percentuais menores do que o efetivo. “A maior parte desse movimento se deveu ao forte aumento dos embarques de veículos automotores.

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-RS), articula uma missão empresarial à Feira Anuga, entre os dias 7 e 11 de outubro, na cidade de Colônia, Alemanha. O evento é o líder mundial para a indústria, comércio e catering, e define as tendências globais, as demandas da atualidade e os rumos do setor de alimentos e bebidas. As inscrições podem ser realizadas até 11 de agosto.

Com a participação de 100 empresas brasileiras da região Sul, 20 comerciais exportadoras e seis compradores internacionais, ocorre entre esta quarta (26) e sexta-feira (28), na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), a Rodada de Negócios Brasil Trade, realizada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com a FIERGS. A expectativa é gerar US$ 19 milhões em negócios imediatos e até 12 meses após a realização das rodadas.

O primeiro semestre de 2017 fecha com resultado positivo para as exportações do Rio Grande do Sul. As vendas externas totais alcançaram US$ 8,3 bilhões, alta de 7,8% em relação ao mesmo período de 2016. Na análise desagregada, o grupo das commodities aumentou 10,8%, totalizando US$ 2,38 bilhões. A indústria de transformação, por sua vez, conseguiu o melhor primeiro semestre desde 2014, ao embarcar US$ 5,85 bilhões.

As exportações totais do Rio Grande do Sul somaram US$ 1,79 bilhão e apresentaram um crescimento muito pequeno em maio, na comparação com o mesmo mês do ano passado: 0,6%. Em uma análise desagregada, o grupo das commodities (totalizando US$ 718 milhões) caiu 1,1%. A indústria de transformação, por sua vez, embarcou US$ 1,05 bilhão, incremento de apenas 1,2%, bem inferior ao do Brasil no período, que foi de 4,5%.

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-RS), definiu o calendário de promoção comercial, com feiras internacionais e encontros de negócios, para o segundo semestre de 2017. São eventos direcionados a diferentes setores, entre eles Alimentos e Bebidas, Máquinas e Equipamentos, Têxtil e Calçados e multissetorial.

Influenciadas positivamente pelas commodities, que subiram 36% e somaram US$ 605 milhões, as exportações totais do Rio Grande do Sul aumentaram 14,8% em abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Totalizaram US$ 1,51 bilhão. A soja foi o principal produto do grupo, com US$ 551 milhões, um acréscimo de 35,3% na mesma base de comparação, com compras especialmente da China.

O cônsul-geral da Hungria, Szilárd Teleki, foi recebido nesta segunda-feira (15) pelo presidente em exercício da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Carlos Alexandre Geyer. Na sua primeira visita à entidade, a pauta foi centrada na ampliação de parcerias comerciais entre o país europeu e o setor gaúcho. No ano passado, as transações correntes entre o Estado e a Hungria somaram US$ 15 milhões.

Uma comitiva liderada pelo embaixador da União Europeia no Brasil, João Cravinho, se reuniu nesta sexta-feira na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) com lideranças empresariais gaúchas. “Esta visita se dá por múltiplas razões, que nem precisamos justificar, basta entender a importância do Estado no contexto da União Europeia. Vivemos a proximidade da finalização de um acordo, que fará com que o Rio Grande do Sul passe a ser visto como Estado centro do Mercosul ”, disse Cravinho.

O Vietnã está interessado em incrementar as relações comerciais com o Rio Grande do Sul. A parceria entre o Estado e o país asiático movimentou no ano passado US$ 193 milhões, um recuo de 57,7% na comparação com 2015. A recepção diplomática da delegação daquele país foi realizada pelo presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller, nesta quinta-feira (13), em Porto Alegre.