Você está aqui

inovação

A economista chinesa com formação nos Estados Unidos, Ann Lee, diz que a inovação é um requisito para o crescimento econômico. Segundo ela, que será uma das palestrantes do 1º Fórum da Inovação, dia 23 de outubro, no Teatro da Feevale (ERS-239, nº 2775 − Campus II − Universidade Feevale − Novo Hamburgo), quando a população continua a crescer e as tecnologias existentes podem alcançar economias de escala, um país corre o risco de ter alta taxa de desemprego, economia estagnada e diminuição, cada vez mais acelerada, dos recursos naturais.

Empresas interessadas em desenvolver produtos, processos e serviços inovadores contam mais um incentivo. Até 19 de dezembro estão abertas as inscrições para o Inova Talentos, uma iniciativa do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) que oferecerá, até 2015, mil bolsas para estudantes do último ano da graduação e para recém-formados desenvolverem inovações nas empresas. A iniciativa foi apresentada na manhã desta sexta-feira (18) para empresários gaúchos no Hotel Laghetto Viverone.

As novas tecnologias, os serviços e as aplicações que transformarão o mercado mundial, proporcionando inovação e competitividade aos negócios foi o tema do VIII Seminário de Telecomunicações realizado nesta quinta-feira (17) pelo Conselho de Infraestrutura da FIERGS. O evento reuniu autoridades, empresários e especialistas em telecomunicações, na sede da entidade.

O Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RS) vai apresentar no dia 18 de outubro, a partir das 8h30min, no Hotel Laghetto Viverone (Dr. Vale, 579), em Porto Alegre, o Programa Inova Talentos, uma parceria do IEL e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O Inova Talentos é um programa que visa ampliar o número de profissionais qualificados em atividades de inovação no setor empresarial brasileiro.

A economista chinesa com formação nos Estados Unidos, Ann Lee, diz que a inovação é um requisito para o crescimento econômico. Segundo ela, que será uma das palestrantes do 1º Fórum da Inovação, dia 23 de outubro, no Teatro da Feevale (ERS-239, nº 2775 − Campus II − Universidade Feevale − Novo Hamburgo), quando a população continua a crescer e as tecnologias existentes alcançam economias de escala, um país corre o risco de ter alta taxa de desemprego, economia estagnada e diminuição, cada vez mais acelerada, dos recursos naturais.

Terminou na sexta-feira, dia 4 de outubro, o prazo para cadastramento de propostas no site do Edital Sesi Senai de Inovação 2013, com 1.478 propostas cadastradas. Deste total, 34,91% são da região Sul. No Rio Grande do Sul, entre Senai e Sesi, foram inscritas 213 propostas. As principais áreas abrangidas são metalmecânica, polímeros, automação, tecnologia da informação, alimentos e bebidas. A divulgação dos resultados está prevista para dezembro.

O físico e matemático Leonard Mlodinov, roteirista do filme Star Treck − The Next Generation e do seriado MacGyver, e a economista chinesa Ann Lee, que escreveu o best seller "O que os EUA podem aprender com a China" estarão no 1º Fórum de Inovação, promovido pelo Sistema FIERGS, por meio do IEL-RS, Sesi-RS e Senai-RS, no Teatro da Feevale (ERS-239, nº 2775 - Campus II - Universidade Feevale- Novo Hamburgo RS), dia 23 de outubro.

Até o dia 30 de setembro estão abertas as inscrições para o Edital Senai Sesi de Inovação − edição 2013. Somados, os recursos para o desenvolvimento de projetos chegam a

A economista chinesa Ann Lee estará em Porto Alegre em 23 de outubro para o 1º Fórum de Inovação, promovido pelo Sistema FIERGS por meio do IEL-RS, Sesi-RS e Senai-RS, no Teatro do Sesi em Porto Alegre. Lee estudou nos Estados Unidos e escreveu o best seller "O que os EUA podem aprender com a China". Tornou-se reconhecida em Wall Street após a crise de 2008, ao prever a quebra do sistema de crédito americano e é professora de economia nas universidades de Nova York e de Pequim. Ann Lee é considerada um ícone da nova geração chinesa, mais aberta e integrada a outros mercados.

Estão abertas as inscrições para o Edital Senai Sesi de Inovação − edição 2013. Somados, os recursos para o desenvolvimento de projetos inovadores chegam a R$ 30,5 milhões. Desse total, R$ 20 milhões são para projetos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), R$ 7,5 milhões para projetos do Serviço Social da Indústria (Sesi) e R$ 3 milhões em bolsas de pesquisa em Desenvolvimento Tecnológico e Industrial (DTI) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O edital foi lançado nesta segunda-feira (22).

Páginas

Subscrever inovação