Você está aqui

Entenda como utilizar a análise preditiva na indústria

Para se destacar em um mercado tão competitivo, é fundamental procurar novas soluções que tornem o seu negócio ainda mais eficiente. Por isso, é muito importante ficar atento aos principais conceitos e estratégias utilizados atualmente e, assim, conseguir inovar de modo a deixar os processos internos produtivos.

A análise preditiva, por exemplo, torna possível a identificação de padrões e tomadas de decisão precisas, a fim de otimizar o trabalho dentro da sua organização. Desse modo, ao entender e se antecipar aos acontecimentos, o seu negócio tem mais chances de se destacar, buscando soluções efetivas.

Que tal, então, entender mais sobre esse conceito tão importante? A seguir, vamos explicar o que é análise preditiva, qual a sua importância e como colocá-la em prática dentro da sua empresa. Confira!

O que é uma análise preditiva?

Analisar o passado e compreender o que fez com que um projeto fracassasse é uma excelente maneira de identificar possíveis gargalos no seu planejamento, corrigi-los e, assim, tomar ações mais acertadas. A análise preditiva oferece exatamente isso, porém, com um extra: a tecnologia para auxiliar.

A partir da análise dos dados e informações gerados diariamente, é possível utilizar a tecnologia para identificar padrões de comportamento e, com isso, fica mais fácil se precaver em relação a eventos futuros. Assim, você vai saber, por exemplo, quando uma máquina está próxima de registrar uma queda de rendimento.

Dessa maneira, torna-se viável se programar com antecedência, — para realizar a manutenção da máquina ou substituí-la —, evitando que essa situação evolua e se torne um problema ainda maior para o seu negócio. Assim, você consegue realizar um planejamento estratégico mais preciso, evitando erros que podem impactar o seu negócio.

O principal objetivo da análise preditiva é justamente oferecer essa capacidade de identificar tendências nos processos internos de uma organização. Desse modo, pode-se entender melhor o que funciona ou não e adotar medidas efetivas a respeito dessas constatações.

análise preditiva

O que é impactado por esse diagnóstico?

A análise pode ser usada para gerenciar um estoque e controlar a relação entre demanda e oferta, garantindo que não sobrem os produtos requisitados pelos seus clientes. Essa também é uma excelente forma para identificar projetos ou setores que estejam prejudicando o desempenho da empresa como um todo.

Apenas conhecendo a fundo a sua empresa é possível tomar as ações necessárias para aumentar o desempenho do seu negócio. Muitas vezes, um detalhe pequeno passa despercebido no dia a dia, porém, representa um grande impacto no desempenho da sua organização e, com a análise preditiva, você consegue encontrar esses gargalos e, é claro, corrigi-los.

O que é possível fazer para colocar a análise preditiva em prática?

Agora que você já sabe o que é uma análise preditiva, é hora de entender quais são os passos a serem tomados, a fim de colocá-los em prática dentro da sua empresa. Confira!

Determine um objetivo

Coletar dados e torná-los úteis para um negócio é uma tarefa trabalhosa e, por isso, é fundamental que você tenha em mente um objetivo. Afinal, não basta ter informações, mas também é preciso saber utilizá-las de maneira que tornem o seu trabalho mais eficiente. Por isso, defina uma meta, como gerir melhor o seu estoque, diminuir os gastos com manutenção ou até mesmo aumentar as vendas.

Aplique em todas as camadas da empresa

Erros e gargalos acontecem nos diferentes níveis de uma empresa. Portanto, não limite a análise preditiva a um único setor ou grupo de funcionários. Todos os profissionais e áreas que fazem parte da sua empresa devem ser analisados em busca de falhas nos processos.

Gerencie os dados coletados

Dados das redes sociais, histórico do seu sistema de CRM ou mesmo o Google Analytics das suas páginas: é preciso definir bem quais são os canais de coletas de dados para a sua análise. Ao definir um objetivo, essa tarefa se torna mais fácil, uma vez que você consegue entender melhor o que busca aprimorar internamente.

Implemente e monitore um modelo

Com todas as informações coletadas e um objetivo traçado, chegou o momento de criar o modelo preditivo para a sua empresa. Ou seja, a função matemática que, quando aplicada ao seu banco de dados, vai conseguir identificar padrões e tendências. É fundamental monitorar o desempenho do modelo utilizado, sempre em busca do aperfeiçoamento da sua estratégia.

Quais são os exemplos mais conhecidos de análise preditiva?

Alguns exemplos de análise preditiva são mais comuns dentro da indústria e nós os separamos para que você entenda melhor o que esse conceito significa na prática. Veja, a seguir!

analise-preditiva

Previsão de churn

Entender o processo de cancelamento é uma das principais aplicações da análise preditiva. Afinal, ao identificar o momento em que o cliente começa a ficar insatisfeito e está pretendendo abrir mão dos serviços ou produtos oferecidos pelo seu negócio, você entra com ações para reverter esse quadro no momento exato.

Leitura de Upsell e Crossell

Saber a hora certa de oferecer um volume maior de determinado item (Upsell) ou apresentar novos serviços (Crossell) também pode afetar diretamente as suas conversões. Com a análise preditiva, você identifica a taxa de satisfação do cliente, a fim de saber se ele está pronto para avançar e dar próximo um próximo passo ou não.

Otimização de campanhas

Você sabe quais são os canais de comunicação preferidos dos seus clientes? Qual o tom e a linguagem utilizados e como eles dialogam com a sua persona? Uma análise preditiva consegue responder essas perguntas e, assim, você pode tornar as suas campanhas de marketing mais eficientes.

Detectar fraudes

Muitas vezes, um problema interno está interferindo no desempenho da sua empresa. Porém, a partir da identificação de padrões com a análise preditiva, você pode encontrar a fonte de um desvio de mercadoria ou mesmo de recursos financeiros, por exemplo.

Conseguimos tirar as suas dúvidas sobre o assunto? Nós esperamos que sim! Agora, que tal compartilhar este conteúdo com seus amigos e colegas de trabalho em suas redes sociais? Afinal, é muito importante que mais pessoas conheçam esse conceito base para o bom funcionamento e desempenho da indústria!

sexta-feira, 21 de Junho de 2019 - 15h15

Deixe um Comentário

1 + 0 =