AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Geração de energia elétrica não é mais negócio apenas dos governos 

Energia

A geração de energia elétrica pelos próprios consumidores é realidade. Com tecnologia acessível e custo decrescente, a modalidade chamada Geração Distribuída de Energia com Fontes Renováveis pode ser considerada uma nova revolução nas relações entre sociedades e governos, até bem pouco tempo, os únicos provedores de energia. No dia 15 de agosto, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio dos Conselhos de Infraestrutura (Coinfra) e de Inovação e Tecnologia (Citec), o Instituto Senai de Tecnologia em Petróleo, Gás e Energia, além do governo do Estado e Sebrae-RS, promovem o I Fórum de Geração Distribuída de Energia com Fontes Renováveis no RS – Tecnologia e Inovação. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas na Internet: https://goo.gl/kM1d1W.

A denominação de Geração Distribuída de Energia tem sido a forma como o mercado se refere ao uso cada vez mais intenso de tecnologias que permitem ao usuário produzir o próprio insumo. E isso já ocorre no Brasil e no Rio Grande do Sul há alguns anos. O Ministério de Minas e Energia prevê que, até o ano de 2030, 2,7 milhões de unidades consumidoras poderão gerar sua própria energia de forma total ou parcial. Isso pode representar que indústrias, residências, comércios e propriedades rurais produzam 23.500 MW de energia limpa e renovável, o equivalente à metade do que é gerado atualmente pela Usina Hidrelétrica de Itaipu. Do ponto de vista ambiental, além das fontes serem renováveis, o Brasil pode evitar que sejam emitidos 29 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera.

O crescimento das placas fotovoltaicas
A programação do Fórum prevê que os debates possam esclarecer sobre as diferentes formas de geração de energia com fontes renováveis. É o caso da tecnologia solar. A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) estima que esse tipo de geração irá se expandir dez vezes mais em 2017 do que cresceu em 2016 no Brasil. Até dezembro, a previsão é de que o País chegará à marca de 1000 MW de capacidade instalada, chegando no topo da lista dos 30 principais geradores a partir dessa fonte energética no mundo. Segundo o presidente executivo da Absolar, Rodrigo Sauaia, a expectativa é de que a posição brasileira nesse ranking esteja entre as cinco primeiras nações produtoras, até 2030, em potência instalada anual.

Além disso, debater a geração de energia distribuída com fontes renováveis ajudará a entender os benefícios para o setor elétrico. Como a produção fica no próprio local do consumo, a necessidade de infraestrutura de transmissão elétrica se torna nula e evita perdas. Contudo, as relações de troca entre os consumidores e as companhias que operam o sistema nacional, bem como as regulamentações, ainda precisam ser tratadas no âmbito das políticas públicas que incentivem investimentos.

Especificamente no Rio Grande do Sul, atividades que integram diversos segmentos da indústria, como metalmecânico, metalurgia, eletroeletrônico, veículos e equipamentos de transporte, sistemas de automação e controle, máquinas e equipamentos apresentam condições para sustentar um polo produtivo referencial em muito pouco tempo. Universidades e seus parques tecnológicos integrados às empresas já se tornaram centros de inovação, troca de ideias, startups de alto rendimento e bons resultados. 

A iniciativa de realização do Fórum de Geração Distribuída de Energia com Fontes Renováveis no RS tem o objetivo de incentivar a ampliação dos investimentos nessa área, buscando a convergência entre uma legislação que estimule a produção, reduza os preços da energia, gere mais confiabilidade ao sistema elétrico e ganhos importantes na perspectiva ambiental. 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO
O quê:
I Fórum de Geração Distribuída de Energia com Fontes Renováveis no RS –  Tecnologia e Inovação
Quando: 15 de agosto de 2017, das 9h às 17h30min
Onde: Salão de Convenções Sistema FIERGS – Av. Assis Brasil, 8.787, Bairro Sarandi, Porto Alegre/RS
Como: Gratuito com inscrições pelo site https://goo.gl/kM1d1W
  
8h30min – Credenciamento e Welcome Coffee

9h – Abertura: Sistema FIERGS, Sebrae-RS e governo do Estado

9h15min – Panorama sobre a Geração Descentralizada com Fontes Renováveis no Brasil
Apresentação: ABGD – Associação Brasileira de Geração Distribuída, com o presidente Carlos Evangelista

9h45min – Geração Distribuída de Energia com Fontes Renováveis – Políticas Públicas (RS) de Estímulo a Novos Projetos
Painel    
- Governo do Estado do Rio Grande do Sul 
- Márcio Biolchi, Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, C&T
- Artur Lemos Júnior, Secretário de Estado de Minas e Energia 
- Ana Pellini, Secretária de Estado do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

10h15min – A visão perspectiva para os consumidores de energia a partir de projetos de geração distribuída com fontes sustentáveis – Classes de Consumo: Industrial, Comercial, Rural, Institucional, Poder Público e Residencial
Painel 
- Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica – Absolar, com o presidente executivo Rodrigo Lopes Sauaia - Presidente Executivo
- Associação Gaúcha de Fomento às Pequenas Centrais Hidrelétricas – AGPCH, o presidente Luiz Antônio Leão
- Associação Brasileira de Biogás e Biometano – Abiogás, com o conselheiro administrativo Maurício Silveira Cótica
- Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul – Farsul, com o assessor da presidência Fábio Avancini Rodrigues

11h30min – Inovação e Tecnologia: A contribuição da Academia e dos Centros de Conhecimento nos empreendimentos na área de energia
Painel 
- Senai/RS – Instituto Senai de Tecnologia em Petróleo, Gás e Energia, com o Gerente de Operações Clóvis Leopoldo Reichert
- Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia/RS, com a Diretora do Departamento de Ciência e Tecnologia, Suzana Arigony Sperry
- Pesquisas e Desenvolvimento na Área de Energia (Feevale/Univates/Unipampa/Unisinos/ PUCRS), com Moises De Mattos Dias – Feevale; Izete Zanesco e Adriano Moehlecke – PUCRS; Ana Rosa Costa Muniz – Unipampa e Odorico Konrad, Univates     
- Geração Fotovoltaica em fachadas de edificações – Becker Energias, com o diretor Alexandre Kranz

13h – Intervalo para almoço (por adesão)

14h – Energia distribuída na prática: Projetos e casos empresariais
Painel 
- Usina Solar Boa Vista – Fockink e Creluz, com Marco Weirich – Gerente de Energias do Grupo Fockink 
- Vinícola Guatambu, com representante da Vinícola Guatambú
- Renobrax Energias Renováveis, com Alex William Petter

15h15min – As startups e o potencial de soluções e conexões com a indústria em projetos de geração de energia a partir de fontes sustentáveis
Painel 
- Nós Coworking, com o diretor Walker Massa
- Arquea Biomass Energy, com o diretor Francisco Tomazoni Neto
- Sevenia Inovação em Energia, com o diretor Antônio Albuquerque, Diretor Executivo
- Valencia Energia Sustentável, com o diretor comercial Maurício Goulart de Menezes
- Rede Gaúcha de Incubadoras de Empresas e Parques Tecnológicos – Reginp, com o presidente Márcio Machado

16h30min – Fontes de Financiamento para investimentos em projetos de geração distribuída de energia
Painel 
- Badesul, BRDE, Banrisul, Sicredi, Santander e Banco do Brasil
Mediação: Augusto Martinenco, Sebrae-RS

17h30min – Encerramento