Você está aqui

Edital de Inovação para a Indústria

Inovar é fundamental para a competitividade da indústria brasileira. O Edital de Inovação para a Indústria é uma iniciativa que valoriza essa prática, financiando o desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços inovadores.

Empresas de qualquer porte podem inscrever nas cinco categorias do Edital. No total, R$ 55 milhões em aportes serão disponibilizados por meio da parceria entre o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Serviço Social da Indústria.

Lançado em 2004, o edital SENAI SESI de Inovação, até o ano de 2015, aprovou 686 projetos em parceria com 589 empresas industriais brasileiras e startups de base tecnológica, totalizando mais de R$380 milhões de investimento em projetos inovadores.

Em 2017, com a parceria entre o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Serviço Social da Indústria (SESI), foi lançado o Edital de Inovação para a Indústria.

O Edital de Inovação da Indústria visa financiar o desenvolvimento de novos produtos, processos e plantas piloto para a indústria nacional. Dependendo do escopo, o desenvolvimento do projeto realiza-se, obrigatoriamente, em conjunto com o SENAI ou SESI e tem como objetivo promover a competitividade e a produtividade industrial em um cenário global, por meio da inovação tecnológica.

  • Empresas industriais com CNAE primário industrial ou contribuinte ao Sistema Indústria (há no mínimo 3 meses antes do início do ciclo);
  • Startups de base tecnológica, com menos de 5 anos de existência, faturamento inferior a 3,6 milhões e atendimento a pelo menos um item da classificação FINEP para “empresa base tecnológica”;
  • Microempreendedores individuais (MEI).

Requisitos: Início de operação e alteração do CNAE há no mínimo 3 meses antes do início de cada ciclo de avaliação.

O Edital visa apoiar as empresas, principalmente, na fase de pesquisa e desenvolvimento de produtos ou processos, através da disponibilização da infraestrutura de laboratórios, pesquisadores especializados dentro da rede nacional, assim como a gestão do projeto. 

Sim, a contrapartida financeira é obrigatória. O que determinará o percentual da contrapartida será o porte da empresa.

Os projetos têm duração máxima de 24 meses.

O SENAI-RS possui mais de 10 anos de experiência na execução de projetos de inovação provenientes de diversas fontes de fomento. Até o ano de 2016, mais de 100 projetos foram concluídos e outros 38 estão em fase execução.

Algumas das principais áreas atendidas no Rio Grande do Sul são polímeros, metalmecânica, manufatura avançada, automação, energia, alimentos e bebidas, nanotecnologia em cosméticos e alimentos, tecnologia em madeira, meio ambiente, logística industrial, calçado, software, agricultura de precisão, entre outros. Acesse as páginas dos Institutos SENAI de Inovação e Tecnologia para verificar todas as áreas e a unidade mais próxima da sua empresa.

Os projetos contam com a parceria da Rede SENAI de Institutos, com 25 Institutos de Inovação e 57 Institutos de Tecnologia, os quais podem complementar as competências não existentes nos Institutos do estado.

Mais informações sobre o Edital podem ser obtidas na página www.editaldeinovacao.com.br ou através da Gerência de Inovação e Tecnologia do Departamento Regional do SENAI-RS pelo telefone 51-3347-8857.

Editais e Fomento