Você está aqui

A tecnologia está em tudo, e agora vai fazer parte do seu futuro. Comece a dominar sistemas como wi-fi, Bluetooth, engenharia de software, biometria e reconhecimento facial, que estão sendo cada vez mais utilizados. Com esse curso, você estará pronto paradesenvolver tecnologias que tornam os equipamentos inteligentes, sistemas de monitoramento remoto de residências e diversas soluções para a vida das pessoas.

Automação e Mecatrônica
2590 horas

Grau de Instrução: ENSINO MÉDIO COMPLETO

Coordenador do Curso: Prof. Me. Dirlei Ernane Bagestão
Grau conferido: Tecnólogo(a) em Sistemas Embarcados
Titulação Profissional: Tecnólogo(a) em Embarcados
Conceito do MEC: Conceito 4
Ato de Autorização do Curso: Lei 12.816, de 05/07/2013 (D.O.U em 28/11/2014)
Ato de Reconhecimento: Portaria MEC nº 1.109, de 25/11/2017 (DOU de 26/10/2017)
Número de Vagas: 50 vagas anuais
Turno de Funcionamento: Noturno
Carga Horária Total do Curso: 2.520h + 70h de TCC
Prazo de Integralização da Carga Horária: Mínimo de 6 semestres e máximo de 10 semestres
Em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais, o curso não possui estágio curricular obrigatório.

NDE – Núcleo Docente Estruturante

O Núcleo Docente Estruturante (NDE) é constituído por docentes do curso, que exercem liderança acadêmica na Faculdade, percebida na produção de conhecimentos na área e no desenvolvimento do ensino, tendo por finalidade apoiar e assessorar a Faculdade na concepção, consolidação e contínua atualização do projeto pedagógico do curso.

Para atender o PARECER CONAES Nº 4, DE 17 DE JUNHO DE 2010, o Conselho Superior da Faculdade aprovou o regulamento do NDE através da RESOLUÇÃO Nº 17, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2010, estabelecendo as atribuições, a constituição, a titulação, a formação acadêmica dos docentes, as atribuições do coordenador e demais orientações relacionadas às atividades do núcleo.

O Núcleo Docente Estruturante do curso superior de tecnologia em Sistemas Embarcados é composto por 5 (cinco) docentes. Todos os integrantes do NDE possuem experiência profissional no eixo tecnológico do curso, superior a 3(três) anos. O coordenador do curso é considerado integrante nato do NDE e o regime de trabalho dos docentes que compõem o Núcleo Docente Estruturante é de tempo integral ou tempo parcial, possuindo carga horária exclusiva para suas atividades.

Os integrantes do NDE foram designados pelo(a) Diretor(a), atendendo aos requisitos legais do MEC.

O NDE possui plano de trabalho semestral para atuar no acompanhamento, consolidação e atualização do PPC. Para isto o NDE se reúne periodicamente, de acordo com o plano de trabalho estipulado em ata na primeira reunião de cada semestre.

Em suas reuniões o NDE estuda e propõe a atualização periódica do PCC, por meio relatórios analíticos e de adequação de ementas, conteúdos, bibliografias, e objetivos de cada Unidade Curricular e demais componentes curriculares, considerando o alinhamento com o perfil profissional do curso, as DCNs, atos regulatórios, avaliações internas e externas e as demandas do setor produtivo.

O NDE verifica o impacto do sistema de avaliação, analisando planos de ensino, composição de notas, avaliações, estratégias de ensino, e como estes instrumentos e planejamento de aulas tem impacto na avaliação de aprendizagem na formação do discente. 

A revisão instrucional do material produzido para o curso superior de tecnologia em Sistemas Embarcados é coordenada pelo NDE, aplicando uma visão transdisciplinar e conferindo unicidade aos materiais produzidos para um mesmo curso. Todas as Unidades Curriculares semipresenciais, produzidas para o curso, devem, obrigatoriamente, passar pela revisão instrucional, para garantir o atendimento pleno dos aspectos conceituais, pedagógicos, midiáticos e tecnológicos das situações de ensino e de aprendizagem que conduzirão a construção do perfil profissional do egresso estabelecido no Projeto Pedagógico de Curso.

Integrantes do NDE

- Prof. Dirlei Ernane Bagestão (Coordenador de Curso e do NDE)
Titulação: Mestre em Engenharia Elétrica pela UFRGS
Regime de Trabalho: Tempo Parcial

- Prof. Leandro José Cassol
Titulação: Mestre em Engenharia Elétrica pela UFRGS:
Regime de Trabalho: Tempo Integral

- Prof.  João Miguel Lac Roehe
Titulação: Mestre em Engenharia Elétrica pela PUC-RS
Regime de Trabalho: Tempo Parcial

- Prof. Ricardo Becker
Titulação: Mestre em Engenharia Elétrica pela PUC-RS
Regime de Trabalho: Tempo Parcial

- Prof. Renato Ely Castro
Titulação: Mestre em Engenharia Elétrica pela UFRGS
Regime de Trabalho: Tempo Integral

Conselho de Curso

A coordenação didática de cada curso está a cargo do Conselho do Curso.

A composição e o funcionamento do Conselho do Curso estão descritos na seção 3 do Regimento Interno da Faculdade e na RESOLUÇÃO Nº 04 do Conselho Superior, que fixou normas complementares para seu funcionamento.

O Conselho de Curso utiliza Plano de Ação, com aplicação do método PDCA, como ferramenta de gestão para o acompanhamento da execução de seus processos e decisões, assim como a realização de avaliação periódica sobre seu desempenho, para implementação e ajustes nas suas práticas de gestão, se necessário.

Composição atual do conselho de curso de Redes de Computadores:

- Prof. Dirlei Ernane Bagestão (Coordenador do Curso e Presidente do Conselho)

- Prof. Renato Ely Castro (Representante docente)

- Prof. Leandro José Cassol (Representante docente)

- Prof.  João Miguel Lac Roehe (Representante docente)

- José Radziuk (Representante discente)

- Francisnei Cole Lima  (Representante discente)

 

Art. 13. O conselho de curso, como colegiado, reúne-se, ordinariamente, uma vez por semestre e extraordinariamente quando convocado por seu presidente, ou por requerimento de um terço de seus membros.

Parágrafo único. Na ausência do coordenador de curso, as reuniões são presididas pelo docente designado pelo coordenador de curso.

 

Ao conselho de curso compete:

I - acompanhar a implementação do projeto pedagógico, zelando pela qualidade do processo de ensino-aprendizagem;

II - promover ações de estímulo, apoio e atualização do corpo docente no campo didático-pedagógico;

III - acompanhar o corpo docente e discente em questões relacionadas ao aproveitamento escolar e a inserção no meio acadêmico;

IV - opinar sobre assuntos pertinentes que lhe sejam submetidos pela direção;

V - propor à direção o desenvolvimento de projetos acadêmicos com a participação da comunidade externa;

VI - apreciar recurso encaminhado por aluno decorrente da aplicação de medidas disciplinares de afastamento temporário ou de desligamento da Faculdade;

VII - apreciar e encaminhar para aprovação da direção projetos de pesquisas; e

VIII - propor melhorias no projeto pedagógico do curso e na reorganização da estrutura curricular sempre que necessário.

O curso tem duração média de sete semestres e carga horária total de 2.590 horas.

Formar profissionais com competências para atuar na programação de microcontroladores, microprocessadores e dispositivos de lógica reconfigurável, aplicar engenharia de software no desenvolvimento de sistemas embarcados, estabelecer requisitos mínimos de hardware e software e gerenciar o processo de desenvolvimento de sistemas.

  • Desenvolve sistemas utilizando microprocessadores e dispositivos de lógica configurável.
  • Aplica engenharia de software no desenvolvimento de sistemas embarcados, estabelecendo os requisitos de hardware e software do sistema, estando também apto a gerenciar o processo de desenvolvimento.
  • Desenvolve projetos utilizando conhecimentos como sistemas operacionais, eletrônica, algoritmos, controle, microcontroladores, sensores e atuadores, comunicação de dados, processamento digital de sinais, entre outros.
  • Gerenciar o processo de desenvolvimento. 
  • Propõe, implementa e apoia ideias inovadoras considerando a evolução e o desenvolvimento tecnológico, ambiental e social.
  • Elabora propostas de racionalização de energia, redução dos custos e melhorias na produção/serviço.
  • Adapta-se às mudanças tecnológicas, organizativas, profissionais e sócioculturais que incidem em suas atividades profissionais no mercado de trabalho.
  • Desenvolve e mantem relações interpessoais através da comunicação, interação e cooperação respeitando os valores éticos e raciais.
  • Negocia com os interlocutores implicados para a introdução de melhorias a otimização dos produtos ou serviços.
  • Desenvolve a liderança da equipe com ética, dinamismo, iniciativa, criatividade e responsabilidade.
  • Respeita e faz respeitar os procedimentos técnicos, legislação específica de saúde, segurança e meio ambiente.

Sistemas Embarcados são sistemas computacionais dedicados, mais simples que um computador de propósito geral. São encarregados de executar uma função específica que possui requisitos específicos. Geralmente executam a função, ao qual são dedicados, repetidas vezes. 

Um sistema embarcado, ou sistema embutido, possui este nome por ser utilizado dentro que um determinado equipamento ou máquina. Em outras palavras, o sistema embarcado é um sistema microprocessado no qual o computador é completamente encapsulado ou dedicado ao dispositivo ou sistema que ele controla. 

  • Equipamentos IoT
  • Eletrodomésticos, como fornos de micro-ondas, máquinas de lavar, aparelhos de TV, DVD players.
  • Máquinas e equipamentos para agricultura de precisão
  • Controladores industriais
  • Caixa Eletrônico
  • Sistemas de controle e acesso
  • Computadores de bordo
  • Equipamentos médicos.
  • Equipamentos de rede
  • Equipamentos portáteis de medição.
  • Indústrias da área eletroeletrônica.
  • Empresas que desenvolvem aplicativos.
  • Empresas da área automotiva.
  • Fabricantes de equipamentos de telecomunicações.
  • Fabricação de equipamentos de automação e controle.
  • Como prestador de serviços na área de desenvolvimento de sistemas dedicados.
  • Fabricantes de equipamentos de segurança.
  • Centros de ensino, pesquisa e desenvolvimento.

O mercado na área de Sistemas Embarcados está aquecido, pois essa tecnologia tem penetração em muitos setores produtivos para desenvolvimento de programas dedicados a um determinado hardware. Além disso, a atualização de programas e otimização de sistemas são requeridos constantemente.

  • Currículo atualizado e concebido por meio de comitê de empresas e entidades de classe que atuam na área de Sistemas Embarcados.
  • Possibilidade de educação continuada em nível de Pós-Graduação em área correlata.
  • Utilização de ambiente virtual para apoio as aulas presenciais.
  • Flexibilidade curricular. 
  • Aulas gratuitas de nivelamento e reforço em matemática.
  • Aulas práticas em laboratórios especializados e formados por equipamentos profissionais.
  • Aulas teóricas e práticas articuladas com o mundo do trabalho.
  • Auxílio didático por meio da monitoria acadêmica.
  • Estacionamento gratuito.
  • Estreita sintonia com o mercado de trabalho.
  • Formação por competências.
  • Parcerias com importantes empresas das áreas dos cursos: Altus, Cambium Networks, CISCO, IBM, Microsoft, Oracle, Siemens, entre outras.
  • Siemens, entre outras.
  • Professores com formação e experiência profissional na área.

Nº DE DISCIPLINAS

Nº DE CRÉDITOS

VALOR MENSAL (R$) *

3

12

681,04

4

16

908,05

5

20

1.135,07

6

24

1.362,08

7

28

1.589,09

Valor do crédito: R$ 340,52
* Valor mensal é 1 das 6 parcelas que compõem o pagamento do semestre.

Unidades com turmas abertas

Porto Alegre - Faculdade SENAI

Valor: Conforme tabela de Créditos.

Documentos para Download

Manual do Candidato 2021/2 - Alteração 2
EDITAL 2021/2 - Alteração 2
EDITAL 2022/1
MANUAL DO CANDIDATO 2022/1
Leve esse curso para sua empresa

Desenvolvimento de cursos personalizados, in company e resolução de outras demandas de que a sua empresa precisa.