Você está aqui

Automação Industrial: por que devo investir nessa área?

Quando falamos em automatizar algo, estamos nos referindo a um determinado trabalho que antes era realizado manualmente por pessoas e agora é feito com o auxílio de máquinas, computadores e robôs. No contexto da indústria, chamamos essa prática de automação industrial.

À medida que o mundo evolui e a tecnologia é integrada às companhias modernas, a competitividade cresce a cada dia. O impacto disso é o aumento da necessidade de automatizar as atividades cotidianas para elevar a produtividade.

Alguns motivos para isso são:

  • o aumento da produção;
  • a redução nos custos de máquinas e componentes;
  • a estabilidade e a qualidade de novos produtos;
  • a necessidade de eliminar riscos de trabalhos perigosos e monótonos dos operadores.

Também é evidente que é preciso investir em conhecimentos sobre automação industrial. Diferentemente de como era há alguns anos, os sistemas já não são fechados, focando apenas em um processo por vez.

Queremos dizer é que agora eles são abertos e abrangem uma vasta gama de procedimentos. Isso significa que o mercado de trabalho tende a se tornar mais seletivo em relação aos profissionais responsáveis por esses setores nas empresas.

O fato é que a mão de obra para processos manuais vem perdendo o seu espaço para a tecnologia — e isso já não é mais uma novidade.

Para quê serve a automação industrial?

A principal finalidade da automação industrial é criar mecanismos e ferramentas que sejam capazes de desenvolver produtos com a melhor qualidade ao menor custo possível.

Entre os objetivos que a automação industrial busca trazer ao ambiente operacional, podemos citar:

  • melhorar as condições de trabalho dos colaboradores por meio do aumento da segurança e da eliminação de atividades perigosas;
  • simplificar a manutenção e a operação de forma que os trabalhadores possam manusear os processos de produção sem grandes dificuldades;
  • aumentar a produtividade das empresas, elevando o número de itens produzidos por hora, sem gerar custos adicionais e tampouco comprometer a qualidade;
  • realizar operações que antes seriam impossíveis de controlar manual ou intelectualmente.​
trabalhador da indústria manipulando um robô

Por que investir em automação industrial?

A seguir mostraremos uma série de motivos pelos quais você deve investir em seus conhecimentos sobre o assunto.

Aumento da produtividade

A premissa da automação industrial é: fazer mais por menos. Ou seja, substituir trabalhos manuais que geram custos, demoram para ser concluídos e são suscetíveis a falhas, por procedimentos automatizados com maior velocidade, precisão, segurança e eficiência.

Otimização do uso do tempo

Automatizar tarefas repetitivas é uma das melhores formas de otimizar o uso do tempo dos operadores humanos, já que as máquinas e computadores assumem o controle de trabalhos maçantes, permitindo que a equipe foque os seus esforços em aspectos mais importantes, como o atendimento ao cliente.

Segurança aos empregados

Fazer a mesma tarefa repetidas vezes e por horas e mais horas não é apenas um serviço tedioso, mas também considerado um risco à sua saúde e segurança pelo próprio Ministério do Trabalho e Emprego.

Atividades monótonas são responsáveis por um grande número de acidentes de trabalho todos os anos, pois a repetição faz com que o colaborador entre em "piloto automático" e acabe perdendo a sua atenção no que está fazendo.

O fato é que a automação industrial também proporciona um ambiente laboral mais seguro, monitorando o trabalho durante 24 horas por dia em qualquer complexo da companhia.

Por meio de alertas luminosos ou sonoros, os sensores avisam sobre qualquer perigo ou irregularidade nos processos, o que está diretamente ligado à redução de acidentes e fatalidades.

Vale lembrar, ainda, que esses sensores identificam problemas como aumentos de temperatura e sobrecargas nos equipamentos e máquinas a tempo de evitar tragédias no chão de fábrica.

Competitividade

As empresas têm investido cada vez mais em automação industrial, já que esta é uma realidade que integra o cotidiano corporativo moderno.

Isso significa que, para se manter em uma posição competitiva no mercado atual, é imprescindível que você invista em cursos e especializações para ser apto a lidar com esse tipo de tecnologia.

Pontas do ferro de solda automatizada fabricação de solda e montagem do PWB

Como se qualificar para lidar com a automação industrial?

O melhor caminho para garantir a sua qualificação para esse nicho do mercado é procurar por especializações e formações na área.

Encontre um bom curso de Tecnologia e Automação Industrial. Assim, você vai desenvolver as suas competências e conhecimentos para operar sistemas automatizados — tanto em equipe quanto individualmente — e será capaz de propor soluções que contribuam com a produtividade da empresa.

Como profissional, você vai atuar na automatização de atividades conhecidas como "processos contínuos" que, por meio de operações biofisicoquímicas, envolvem a transformação ininterrupta de materiais.

Além disso, você também deve estar preparado para realizar a execução de projetos, implementação e supervisão de sistemas de automação. Ou seja, são responsabilidades de alto nível e apenas os profissionais mais qualificados poderão assumi-las nas companhias.

trabalhadores da indústria manipulando um robô

Como você pôde conferir neste conteúdo, a tendência é que a automação industrial domine os processos nas fábricas, indústrias e empresas dos mais variados segmentos do mercado nos próximos anos.

Sendo assim, é fundamental projetar cenários futuros e começar a se atualizar desde já, para não correr o risco de ser ultrapassado.

O conteúdo foi útil para você? Então não deixe de assinar a nossa newsletter para receber mais artigos como este e ficar por dentro das novidades do mercado!

 

Conheça nossos cursos sobre Automação industrial:

sexta-feira, 16 de Novembro de 2018 - 17h17