Você está aqui

Como a inteligência artificial contribui para disseminação da indústria 4.0?

Desde o surgimento das primeiras fábricas, o desenvolvimento do setor industrial sempre esteve relacionado com a evolução tecnológica. Com o avanço da Inteligência Artificial (IA) isso não tem sido diferente.

O uso de técnicas avançadas na construção de máquinas inteligentes e de soluções inovadoras para os processos de produção é uma realidade da Indústria 4.0, — em que a Inteligência Artificial é usada para manter as fábricas competitivas, modernas e altamente produtivas.

Ficou interessado? A seguir, conheça mais sobre essa realidade e entenda a relação entre a Indústria 4.0 e a IA!

Entenda o que é Inteligência Artificial

Em linhas gerais, a IA é caracterizada por um conjunto de técnicas utilizadas para o aprimoramento do desempenho das máquinas, que passam a atuar de forma constante e autônoma. Ou seja, a Inteligência Artificial é o desenvolvimento de tecnologias, que têm por fim não só reproduzir, mas também otimizar a capacidade reflexiva e perceptiva humanas.

Essas tecnologias estão diretamente relacionadas aos softwares e dispositivos que foram criados e aperfeiçoados nos últimos anos. Eles são capazes de identificar padrões, perceber comportamentos, avaliarem um conjunto de dados e, principalmente, realizar tarefas complexas sem ou com pouca intervenção humana.

Conheça o conceito de Indústria 4.0

Na esteira desse avanços surge o que ficou conhecido como Indústria 4.0, ou ainda, 4º Revolução Industrial. Esse período é impulsionado pela implementação de tecnologias cada vez mais sofisticadas na automatização e aperfeiçoamento da cadeia produtiva, como Big Data, Internet das Coisas e espaços cyber-físicos.

Trata-se de tecnologias que estão ganhando o chão de fábrica. Elas correspondem a sensores e dispositivos acoplados ao maquinário que conseguem gerar dados, monitorar e avaliar a capacidade das máquinas, assim como trocar dados entre elas e a respeito do ambiente de produção.

De forma unificada, os dados gerados se transformam em informações que podem ser usadas na otimização dos processos, na prevenção de falhas e no auxílio às tomadas de decisão pelos gestores.

 

inteligencia-artificial

Saiba sobre a importância da IA para a Indústria 4.0

A interação entre máquinas e humanos é a marca da Inteligência Artificial e da consolidação da Indústria 4.0. Desse modo, a automatização dos processos não significa a redução de postos de emprego, mas, sim, uma conexão cada vez mais orquestrada entre trabalhadores e equipamentos tecnológicos. Por isso, confira alguns benefícios das fábricas inteligentes!

Segurança e redução de erros

O aprimoramento de algoritmos capazes de avaliar e resolver situações cada vez mais complexas permite que as falhas na cadeia produtiva sejam identificadas de forma precisa e possam ser rapidamente evitadas ou consertadas. Uma vantagem desse trabalho preventivo, fruto de um monitoramento dos padrões de produção e de técnicas de inspeção visual, é que também são reduzidas as chances de algum acidente na fábrica. Além disso, máquinas inteligentes podem ser usadas em contextos de trabalho que seriam nocivos aos humanos. 

Agilidade e eficiência

Se tem uma coisa que a empresa ganha com a automação é tempo. Afinal, processos mais ágeis são resultados de etapas integradas e dinâmicas. Nesse sentido, a Inteligência Artificial tem, como um dos objetivos, aumentar de forma qualificada a produção das máquinas, identificando os padrões e melhorando seu próprio funcionamento. Como exemplo, tem-se a realização de tarefas repetitivas por robôs, em que há ganho de tempo e eficiência simultaneamente.

Modernização e competitividade

Essas são, mais do que vantagens, consequências do desenvolvimento da Indústria 4.0. Como você já percebeu, as etapas da cadeia tendem a ficar mais tecnológicas e modernas. Acontece que, nem só o processo se moderniza, como o resultado final também é melhor. Isso porque tais tecnologias podem ser usadas no desenvolvimento de produtos mais úteis e adequados às necessidades do cliente, além de terem um design moderno.

Um exemplo, aqui, é do design generativo. Nele os produtos são concebidos pelo cruzamento de algoritmos e regras programadas para atender melhor aos dados captados de diferentes fontes para produção de algo personalizado para o consumidor final.

Entenda como aplicar a IA na Indústria 4.0

Para ficar mais evidente a função da IA na Indústria 4.0, vamos conhecer algumas aplicações práticas que mostram as contribuições da Inteligência Artificial para o crescimento da Indústria 4.0. Confira, a seguir!

Melhore o sistema de transporte

Uma das grandes dificuldades das empresas é gerir a logística de transporte de cargas, seja da matéria-prima ou da entrega do produto final, por isso, soluções de Inteligência Artificial já são uma realidade nessa etapa. Um exemplo de setor onde essa prática é difundida é o agronegócio.

Máquinas sozinhas realizam colheitas e levam o conteúdo até o lugar onde ele será trabalhado, e veículos automáticos também já são parte das logísticas de empresas de mineração ou de extração de materiais naturais. E a otimização não está presente apenas no transporte automático, assim como no planejamento e monitoramento de deslocamentos.

Identificação de tráfegos, — que geram congestionamentos e atrasos —, desenho de rotas mais eficazes, alertas de segurança no transporte e rastreamento em tempo real fazem parte de técnicas de IA cada vez mais integradas com os diferentes tipos de indústrias.

Alinhe a produção ao setor de vendas

A integração e modernização só acontece quando as decisões e estratégias de chão de fábrica estão, de fato, alinhadas com o escritório. Por isso, as métricas de avaliação, — muitas delas geradas pelos processos automatizados —, são essenciais para crescimento do negócio. Nesse caso, a adoção de KPI’s (key performance indicators) é uma das formas de acompanhar a performance tanto da cadeia produtiva quanto das vendas da mercadoria.

No chão de fábrica, os indicadores mostram padrões e auxiliam os gestores a diminuir gargalos produtivos. No relacionamento direto com o cliente, esses critérios trazem um cenário de vendas, de preferências e de resultados concretos da empresa no mercado. 

Um exemplo dessa aplicação é a aquisição de informações sobre os clientes, fornecidas por eles ou coletadas a partir de seus comportamentos em plataformas digitais, os quais direcionam completamente a abordagem com o público e a produção das mercadorias em si.

Implemente as transformações de forma consciente

Como pode perceber, a Inteligência Artificial não só tem impulsionado a Indústria 4.0, como é parte intrínseca do seu desenvolvimento. Contudo, é preciso ter em mente que, mais do que um conjunto de técnicas, a Indústria 4.0 é uma cultura e, por isso, deve ser implementada de forma  consciente e qualificada.

Funcionários e colaboradores precisam entender o sentido e as aplicações da Inteligência Artificial, a fim de que os processos se tornem, de fato, mais otimizados e eficientes, — resultando em um ambiente que promova o contato entre humanos e máquinas de forma harmoniosa.

Gostou de saber mais sobre Inteligência Artificial? Então, compartilhe este conteúdo em suas redes sociais para que mais pessoas aprendam!

sexta-feira, 21 de Junho de 2019 - 16h16

Deixe um Comentário

10 + 5 =