Você está aqui

Personalização na indústria: como conquistar a customização em massa?

Recentemente, tem se falado bastante sobre a indústria 4.0, também chamada de manufatura avançada. O seu conceito é atual e bastante amplo, visto que engloba as inovações tecnológicas nos campos de automação, tecnologia da informação e controles direcionados aos processos de manufatura.

De forma geral, a base da indústria 4.0 é ter sistemas de produção inteligentes, — o que pode ser feito por meio da virtualização das informações, descentralização do trabalho e capacidade operacional otimizada, por exemplo. O objetivo é, sem dúvidas, focar na satisfação do cliente e, para tanto, acredita-se que é necessário oferecer cada vez mais produtos e serviços personalizados.

Pensando nisso, desenvolvemos este artigo para que você entenda o que é a indústria 4.0, de que forma esse conceito se relaciona com a personalização nas fábricas e quais são os caminhos que devem ser percorridos para atingir a excelência na customização em massa. Confira!

O que é a indústria 4.0?

A indústria 4.0 é considerada como a 4ª Revolução Industrial, ou seja, um período caracterizado pelas fábricas inteligentes, processos otimizados e mudanças nas manufaturas de produtos, o que causa impacto em vários setores do mercado. Nesse sentido, os sistemas de produção inteligente que servem como base para esse modelo de negócio e estão cotados para surgir nos próximos anos são:

  • descentralização: a tomada de decisões não se concentrará apenas na estrutura física, mas também será feita pelo sistema cyber-físico. Além disso, propõe-se que as máquinas forneçam informações atualizadas sobre seu ciclo de trabalho, a fim de aprimorar o processo de produção;
  • modularidade: os princípios da indústria 4.0 propõem que a produção ocorra de acordo com a demanda. E, como ela acontece em módulos, é possível alterar as tarefas de cada máquina de forma fácil e eficiente;
  • capacidade de operação em tempo real: a aquisição e o tratamento de dados, como relatórios de máquinas, permitem que as tomadas de decisão sejam feita em tempo real, conforme as necessidades e intercorrências da fábrica;
  • virtualização: o conceito de indústria 4.0 propõe a criação de uma cópia virtual das fábricas, a fim de permitir o monitoramento remoto de todos os processos. Para tanto, pode-se instalar sensores em todos os locais e cruzá-los com as informações das máquinas;
  • orientação a serviços: utilização de softwares modernos aliados ao conceito de internet of services.

O que é customização em massa?

O conceito de customização em massa pode parecer um pouco contraditório, não é mesmo? No entanto, a sua ideia é bastante promissora. Afinal, o objetivo é fornecer, para os consumidores, serviços e produtos personalizados de acordo com suas necessidades e desejos, sem deixar de lado a lucratividade da empresa.

Como ela se relaciona com a indústria 4.0?

O interessante da indústria 4.0 é que ela permite que as fábricas inteligentes consigam chegar a um ótimo nível de personalização, sem perder em competitividade no mercado. Desse modo, é possível oferecer produtos de qualidade, com baixo custo e tempo de entrega reduzido.

De forma simplificada, a personalização em massa viabiliza que a fabricação de qualquer item siga uma linha de montagem semelhante à dos que são produzidos em série. Assim, há flexibilidade e agilidade durante o processo.

Isso acontece porque a 4ª Revolução Industrial disponibiliza diversas novas tecnologias para as fábricas, tornando-as ainda mais eficientes, dinâmicas e inteligentes.

O que fazer para chegar à personalização na indústria?

Para investir na implementação do modelo de produção proposto pela indústria 4.0, é necessário seguir alguns passos. Confira, a seguir, quais são eles!

Impressão 3D

Há alguns anos a impressão 3D parecia uma tecnologia bastante distante. No entanto, ela já é amplamente utilizada em muitos países. Esse processo, também chamado de fabricação aditiva, tem o objetivo de criar objetos físicos pela deposição de materiais em camadas, o que é feito pela impressora 3D com base em um modelo digital.

O interessante é que a tecnologia de impressão 3D pode ser usada para fabricar qualquer produto, desde pequenos protótipos médicos até grandes peças de aviões, por exemplo. Como o modelo digital é integrado ao software, isso permite um grande nível de personalização com mudanças relativamente fáceis.

personalização na indústria

Inteligência artificial

O mercado atual já possui algumas tecnologias que são capazes de alcançar uma larga escala de demandas customizadas para redes de varejo, convertendo milhões de cliques em vendas. Na América Latina, por exemplo, empresas como a Riachuelo, Arezzo e a rede de drogarias DrogaRaia usam a AI (inteligência artificial) para melhorar a experiência do consumidor nos canais de atendimento, seja ele virtual, presencial ou pelo telefone.

Softwares de gestão

Como falado, na indústria 4.0, todas as pessoas e máquinas devem estar conectadas para que os processos sejam ágeis e dinâmicos. Desse modo, os softwares de gestão são extremamente necessários, visto que conectam processos, reconhecem demandas e ainda agilizam tarefas. Além disso, esse tipo de serviço é capaz de reconhecer qual é a necessidade do cliente e gerar relatórios sobre os dados colhidos.

Quais são as vantagens da personalização na indústria?

É possível ver as vantagens da personalização da indústria com o exemplo do estudo feito pela Forrester, — empresa norte-americana que atua realizando pesquisas de mercado sobre o impacto da tecnologia no público-alvo de seus clientes.

Nesse caso, a Forrester analisou os clientes da RichRelevance, — líder global em personalização, que oferece seus serviços a cerca de 27 marcas na América Latina. Por meio dessa análise, foi possível perceber que as empresas que apostam na personalização do atendimento e dos produtos aumentam despertam o desejo de compra dos clientes em no mínimo 15%.

Além disso, a receita chega a aumentar de 10 a 20% por usuário, e as taxas de conversão ficam acima de 89%, quando comparadas a empresas que não apostam na personalização. Fantástico, não é mesmo?

Percebeu como é fundamental entender as particularidades de cada cliente, a fim de oferecer um atendimento customizado? Nesse sentido, o conceito de indústria 4.0 veio para revolucionar a personalização na indústria, permitindo, assim, que as fábricas entreguem produtos e serviços de acordo com as expectativas e necessidades do seu público. 

Gostou deste conteúdo? Então, compartilhe-o, agora mesmo, nas suas redes sociais e ajude outros colegas a entenderem a importância da personalização na indústria! 

Terça-feira, 25 de Junho de 2019 - 12h12

Deixe um Comentário

1 + 2 =