Você está aqui

IMPLANTAÇÃO DE 5S NA INDÚSTRIA MOVELEIRA

Quando falamos em ‘otimização de processos’ parece ser um jornada longa e árdua, não é? Mas pode ser muito simples: a aplicação de um programa de 5S já vai mostrar resultados efetivos e com bastante impacto na rotina da sua empresa. Veja como o SENAI auxiliou a Artemobili a organizar o ambiente fabril, melhorando a produtividade da empresa.


Através de outros trabalhos de manufatura enxuta feitos na área administrativa da empresa com o SENAI, a Artemobili identificou uma oportunidade de implementar essas ferramentas também na área fabril.

Buscando melhorar a organização interna e a redução do desperdício não só de material em si, mas também do tempo para encontrar os materiais corretos, entrou em contato com o Instituto SENAI de Tecnologia em Madeira e Mobiliário solicitou uma visita de um consultor.

O objetivo indica a metodologia: 5S

Através da consultoria em manufatura enxuta (lean manufacturing), a metodologia de PDCA - 5S foi implementada na empresa, focando em otimização de espaço, redução de acidentes de trabalho e mudanças comportamentais da equipe.

Para garantir que o conhecimento ficará na empresa, após a partida do consultor, o SENAI focou a consultorias na formação da cultura dentro da empresa. O trabalho iniciou treinando toda a equipe fabril sobre os conceitos do 5S e sua importância. Após esta formação global, a empresa designou uma equipe de avaliadores que também passaram por um segundo treinamento, desta vez mais aprofundado. A equipe de coordenação e avaliação deste melhoramento será responsável por dar continuidade nos processos e pontos de melhoria a partir de então.

Como resultado fruto deste serviço, o SENAI ajudou a elencar pontos de avaliação, que servirão para fazer a conferência e mensuração das melhorias. Para que este mapa inicial fosse efetivo, o SENAI também fez a validação dos critérios e revisou os que foram necessários, alinhando ao máximo a necessidade particular da Artemobili.

 

METODOLOGIA 5S: O que não precisamos só nos atrapalha

A metodologia de origem japonesa tem como principal objetivo a melhoria das condições de trabalho dentro das empresas, através de um processo educativo de mudança de cultura em relação da organização. Os 5 S’s são:

  1. SEIRI: Separar/Utilizar
  2. SEITON: Organizar
  3. SEISO: Limpar
  4. SEIKETSU: Padronizar
  5. SHITSUKE: Disciplinar

Responda estas perguntas rápidas em relação ao local de trabalho da sua equipe:

  • Poderia ser mais agradável?
  • Existem coisas que poderiam ser eliminadas sem atrapalhar o desempenho?
  • Será que há desperdício de material?
  • E o trabalho poderia ser simplificado?
  • Há objetos que poderiam estar num lugar de mais fácil acesso?
  • Poderia estar mais limpo?

Basta apenas 1(um) SIM para que exista oportunidade de melhoria.

A rotina da produção pode deixar a equipe bastante acostumada com os processos feitos na empresa e, por este motivo, uma visão externa se torna de grande valia. Procure quem mais entende de indústria para pedir ajuda. Contrate uma consultoria do SENAI.

Outros cases

Selff Design - Poltrona 130-senai
11/08/2020
Criação de produto com maior apelo em design, buscando atingir novas regiões e os mercados de São Paulo e Rio...
20/06/2018
A empresa Fenix Laser, de Novo Hamburgo/RS atua no mercado de gravações em metais e plásticos, atendendo todo...