Você está aqui

Protótipo de Esterilizador com radiação UVC e gás ozônio

O protótipo idealizado para a sanitização de produtos a partir do uso de radiação ultravioleta (UVC) e gás ozônio (O3) mostrou-se um importante aliado no combate à Covid-19.

O PROJETO

A LIBÉRTECCE (Getúlio Vargas/RS) tem origem na indústria de confecções e foi criada para atender a demanda de consumidores por produtos funcionais e ecologicamente corretos. Quando reconheceu a necessidade de desenvolver um protótipo para realizar a desinfecção de produtos como dispositivos médico-hospitalares, ferramentas alimentícias e EPIs (como máscaras e aventais), a empresa buscou o apoio do Instituto SENAI de Inovação em Engenharia de Polímeros por meio de um projeto Embrapii. 

A partir daí, o SENAI construiu um protótipo que utiliza radiação UVC e gás ozônio para uso na desinfecção de produtos. Durante o projeto, diferentes produtos foram testados no protótipo não só para avaliar a efetividade de sanitização, mas também para observar a possível degradação destes materiais quando expostos à radiação ultravioleta e ao ozônio.

O RESULTADO

Foi observado que os produtos contendo materiais poliméricos não apresentaram alterações significativas em suas propriedades iniciais após serem submetidos a esterilização por até 168h no protótipo. “Este tempo equivale a mais de 100 ciclos de esterilização”, explica André Luís dos Santos da Silva, analista técnico do Instituto, que coordenou o projeto ao lado do também analista técnico Régis Cardoso. André conta, ainda, que os testes com o protótipo na esterilização de produtos demonstraram uma redução de mais de 99,9% da carga viral de cepas do coronavírus e de outros patógenos hospitalares.

PROTÓTIPO EM USO

Após os testes e com os resultados alcançados, a empresa LIBÉRTECCE disponibilizou o protótipo para o Centro de Formação Profissional SENAI Antônio Bins, localizado junto ao Instituto, em São Leopoldo, para desinfecção de ferramentas, instrumentos e acessórios utilizados nas aulas práticas dos cursos de processamento de polímeros e de elétrica. “O projeto foi entregue e o protótipo está ajudando o SENAI na prevenção do coronavírus em suas instalações”, concluiu André.


Tem uma ideia inovadora? Conte com os modernos parques tecnológicos e com a expertise dos profissionais do SENAI para desenvolvê-la! Entre em contato conosco e traga seu projeto para os Institutos SENAI de Inovação.

Outros cases

eficiencia-energetica
17/02/2021
Consultoria em Eficiência Energética reduz custos com energia em mais de R$85 mil/ano na empresa Autotravi Bor...
08/05/2018
A Farimate (farinha de trigo com erva-mate) foi desenvolvida em parceria com o SESI, SENAI, UFRGS, Baldo S/A e...
Móveis Delucci - Mesa Quadra-senai
11/08/2020
Criação de novos modelos de cadeira e mesa para complementar a linha atual e atingir os mercados de móveis cor...