Você está aqui

TPV´s de alto desempenho

O desenvolvimento de materiais para resolver problemas da indústria faz parte da missão do SENAI. Veja como o SENAI ajudou a empresa FCC no desenvolvimento de elastômeros mais resistentes para o setor automotivo.


Elastômero termoplástico Vulcanizado

A maior percepção dos problemas ambientais pela sociedade tem suscitado uma série de inovações tecnológicas, nas quais o foco é o desenvolvimento sustentável. Em função desse novo cenário, o segmento automotivo vem substituindo vedações de borrachas convencionais, as quais apresentam limitações na sua capacidade de reciclagem, por elastômeros termoplásticos vulcanizados (TPVs).

Entre os principais desafios para substituição da borracha convencional por TPVs no segmento automotivo está a elevada resistência à temperatura e a óleos minerais demandados por esse setor.

Nesse contexto a empresa a FCC Indústria e Comércio Ltda, indústria de ciência dos materiais maior fabricante de elastômeros termoplásticos da América do Sul, procurou o Instituto SENAI de Inovação em Engenharia de Polímeros, unidade credenciada a EMBRAPII, para o desenvolvimento de novas composições de TPVs com desempenho superior aos atualmente comercializados pela empresa. Além da parceria entre a empresa e o Instituto, o projeto contou com o fomento de recursos da EMBRAPII (Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) que apoia o desenvolvimento e pesquisa tecnológica para inovação na indústria brasileira.

Novo elastômero termoplástico vulcanizado

A nova composição de TPV desenvolvida durante o projeto apresentou propriedades superiores aos anteriormente produzidos pela FCC, permitindo ampliar a aplicação dos materiais comercializados pela empresa. Para o setor automotivo, o novo TPV atende as propriedades físicas, químicas e térmicas especificadas por diversas montadoras e já inclusive teve seu uso homologado para algumas aplicações.

A FCC recentemente investiu em uma planta para início do fornecimento ao mercado e desenvolvimento do portifólio de produto e já tem planos de futuro próximo para aumento da capacidade produtiva.

Outros cases

DESENVOLVIMENTO DE CÂMARA AUTOMATIZADA PARA ENSAIOS BIODEGRADABILIDADE
23/07/2020
Melhoramento de processo de ensaio de avaliação da biodegradabilidade para materiais plásticos degradáveis e d...
08/05/2018
A empresa Sandrin Ltda., de Bento Gonçalves/RS, atua no mercado moveleiro atendendo todo o território nacional...
08/05/2018
Desenvolvimento de produto de ovo em pó que mantém as características do ovo in natura.