Você está aqui

Com o sucesso dos bitcoins, a tecnologia blockchain tem ganhado os noticiários econômicos e chamado a atenção dos empresários dos mais diversos segmentos de mercado.

Essas moedas digitais têm feito as pessoas pesquisarem mais sobre a tecnologia de criptografia, que é bem simples de entender e pode colaborar para a segurança das transações do seu negócio. Ficou curioso para saber mais sobre a tecnologia blockchain? Então continue a leitura!

O que é a tecnologia blockchain?

Em uma definição simples, o blockchain pode ser entendido como um livro-razão público, também conhecido como livro contábil, que registra transações envolvendo a moeda virtual, sendo o Bitcoin o mais conhecido. A tecnologia blockchain faz com que esse registro seja imutável e também confiável.

Portanto, essa solução faz o registro de informações como a mensuração da quantia de moedas transacionada, verificando quem recebeu, quem enviou, quando a negociação foi realizada e em qual lugar do livro ela está catalogada.

Qual a importância dessa tecnologia?

A razão mais evidente para as empresas aderirem a essa tecnologia envolve o aumento da segurança em transações financeiras, tanto nacionais quanto internacionais, com o benefício de um baixo investimento.

O blockchain também é capaz de agilizar as transações comerciais de ativos financeiros e commodities, como as ações. Isso é possível com a criação de um registro geral de todas as negociações, que torna possível demitir os atuais agentes de custódia, de forma parecida ao que ocorre com a transferência de moedas digitais.

Como a inovação funciona?

Essa solução nasceu com o objetivo de registrar todas as trocas e transações de quem faz parte do sistema em blocos composto por essa tecnologia, como um enorme livro caixa virtual.

Esses blocos recebem criptografias e todos que possuem a senha da ferramenta têm acesso a essa tecnologia. Dessa forma, os interessados podem acionar as informações, mas eles não têm absoluta certeza dos fatos que ocorrem, porque está tudo em código.

Quando um bloco de transações é liberado, o que ocorre geralmente a cada 10 minutos, todos os participantes do grupo que integram o sistema usam seus computadores para verificar as informações acumuladas nesse período, e verificar se são verdadeiros e corretos.

No momento da aprovação, esse bloco é somado a uma regra de sequências de blocos anteriores, cujas transações impedem que eles sejam modificados. Daí o nome blockchain, que significa sequência de blocos.

Resumidamente, o blockchain é uma rede criptografada e descentralizada que certifica e abriga todos os dados transacionais, de forma imutável, entre as pessoas.

Qual é a relação entre os bitcoins e o blockchain?

Basicamente, a relação é a tecnologia de validação e proteção de dados, já que todas as movimentações que envolvem bitcoins utilizam o blockchain. Assim, para que as transações sejam processadas, é preciso que os usuários validem a operação em rede. Todos esses participantes da rede recebem recompensas com frações mínimas da criptomoeda.

Esses processos são denominados de mineração, pois eles vão originar novos bitcoins, que podem ser utilizados para a aquisição de produtos ou trocados por outras moedas.

Como essa tecnologia pode ser implementada na minha empresa?

É importante que você saiba que a tecnologia blockchain é interessante e aplicável para apenas alguns segmentos de negócios, sendo mais indicada para aquelas organizações que necessitam registrar dados empresariais de maneira mais transparente e também segura. Essa tecnologia é recomendável na indústria, por exemplo, para a autenticação de documentos e rastreamento de produtos.

Muitas pessoas pensam que essas são tecnologias do futuro, mas as soluções já estão sendo utilizadas por empresas no exterior e em pouco tempo estarão implantadas em larga escala nas grandes indústrias brasileiras.

Conheça as principais aplicações

A criptografia foi idealizada como uma inovação tecnológica para ser utilizada no ambiente on-line, mas companhias podem se beneficiar do uso da cadeia de senhas. Separamos para você as principais aplicações do blockchain. Acompanhe!

Pagamentos internacionais

O Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas (PMA) idealizou uma ferramenta de pagamentos com base na criptomoeda Ethereum, sistema que faz uso de contratos e aplicações de forma descentralizada por meio da tecnologia blockchain. Com isso, é possível fazer pagamentos internacionais de maneira mais ágil e eficiente.

No entanto, apesar de ser uma solução que torna mais fácil as transações financeiras internacionais, assegurando que os usuários tenham um maior controle da movimentação de capital, ainda são poucas as instituições financeiras que aderem à ideia. Mas, uma ampla adesão ao blockchain garantiria a redução das despesas em bilhões.

Compartilhamento de energia sustentável

Já pensou em ajudar o meio-ambiente e ainda economizar com a ajuda da tecnologia? Com o blockchain, isso é possível! A companhia de geração de energia LO3 Energy, localizada nos Estados Unidos, utiliza essa tecnologia para promover inovação na maneira como a energia passa do gerador ao consumidor.

Para isso, a empresa desenvolveu um aplicativo para smartphones, que tem como função tornar mais fácil a comunicação entre a comunidade local, para que residências e pequenos comércios possam encontrar melhores soluções para o uso de energia em suas localidades.

Assim, pessoas proprietárias de painéis solares comercializam, por meio do aplicativo, créditos ambientais gerados através de parte da energia distribuída. A remuneração é proporcional à quantidade de energia compartilhada. A LO3 Energy ainda considera desenvolver um sistema de energia independente de outras redes.

Eleições

As eleições sempre foram motivo de questionamentos, tanto no modo off-line quanto eletrônico, mas essa questão está próxima de ser resolvida com a tecnologia blockchain.

Serra Leoa, país localizado na África, já usa a votação por meio da tecnologia de criptografia. Outros países também estão aderindo à solução e, com isso, os cidadãos podem votar utilizando chaves eletrônicas. O objetivo é impedir a manipulação dos resultados. Mas, a solução do blockchain ainda não foi adotada em votações de larga escala em grandes nações, o que deve ser revertido nos próximos anos.

Diante disso, fica evidente que novas soluções surgem o tempo todo na indústria 4.0, e conhecê-las é fundamental para agregar diferenciais competitivos ao negócio, diminuir custos e elevar a eficiência da operação.

Se você gostou deste artigo sobre tecnologia blockchain, deixe seu comentário.

quarta-feira, 29 de Julho de 2020 - 9h09

Deixe um Comentário

10 + 3 =