Você está aqui

Um sistema de gestão integrada (SGI) é uma ferramenta eficiente para unir processos e setores em prol dos objetivos do negócio. Por meio dela, é possível fazer a implementação de estratégias e ações que favoreçam o alcance de resultados de forma eficiente, otimizando recursos.

Além disso, pode ser entendida como uma ferramenta utilizada para aumentar a produtividade nas atividades internas, minimizando falhas e prevenindo riscos. Ao mesmo tempo, ajuda no fortalecimento da imagem da empresa como uma corporação com processos bem-estruturados.

Tem interesse em saber mais sobre sistema de gestão integrada? Então, continue a leitura!

O que é sistema de gestão integrada?

É uma estratégia que integra todos os dados referentes ao negócio de maneira transparente e confiável. Por isso, costuma ter um software como apoio para centralizar as informações e ajudar na tomada de decisão.

Com isso, torna-se mais fácil identificar as necessidades da companhia, evidenciando as mudanças que necessitam ser realizadas para alcançar os resultados almejados pela corporação. Os principais objetivos da gestão integrada são:

  • automatização de processos;
  • maior controle sobre dados e processos;
  • tornar processos operacionais mais simples;
  • assegurar uma maior eficiência e produtividade para a empresa;
  • dados mais precisos e com maior qualidade.

Dessa maneira, é possível reduzir o tempo de processos e aproveitar melhor os recursos, elevando a qualidade das mercadorias produzidas. Também, há um aumento na qualidade dos serviços oferecidos, ao mesmo tempo em que se conquista a satisfação dos clientes e demais públicos de relacionamento.

Por que vale a pena optar por um sistema de gestão integrada?

Um sistema de gestão integrada é utilizado para centralizar informações e processos, fazendo com que todos os setores da corporação sigam as mesmas diretrizes operacionais. Assim, esse sistema confere diversos benefícios para a companhia. Veja alguns deles!

Padronização de processos

Um dos grandes benefícios do sistema de gestão integrada é que ele atua com um modelo centralizado de gestão. Dessa forma, todos os departamentos da empresa podem atuar sob as mesmas regras, ou seja, os processos são padronizados, facilitando a identificação de gargalos operacionais, responsáveis pelo aumento das despesas e pela falta de eficiência.

Transparência dos processos

O sistema permite o registro de todas as atividades realizadas pelos funcionários da empresa. Com isso, todas as tarefas ficam documentadas em um mesmo local, o que os tornam mais transparentes. Outra vantagem é que o acesso a todos os dados é facilitado, principalmente por parte dos gestores.

Aumento da produtividade

O sistema torna mais simples e fácil o direcionamento dos fluxos de trabalho, o que evita o retrabalho ou mesmo a perda de informações importantes para o histórico dos processos. Com isso, há uma melhora significativa na produtividade das equipes.

Economia de tempo e custos

A ferramenta torna possível a automação de processos, o que proporciona uma redução no tempo empregado nas tarefas operacionais. Esse fato também estabelece uma redução de custos operacionais para a companhia.

Diminuição da burocracia

Como todas as informações ficam disponíveis em um mesmo local, além da redução de tempo nos processos, há também uma diminuição da burocracia, já que existe uma padronização para todas as áreas da empresa. Isso é feito com a utilização de formulários, modelos e documentos que precisam ser usados em cada caso.

Quais são os módulos de um sistema de gestão integrada?

Agora que você já sabe o que é e quais os benefícios de um sistema de gestão integrada, veja quais são os principais módulos!

Customer Relationship Management (CRM)

Trata-se de um sistema de gestão de relacionamento com os clientes. Ele é ideal para que a sua companhia possa conhecer mais a fundo as necessidades e desejos dos seus consumidores. Com isso, é possível atendê-los de forma a garantir uma maior satisfação.

Supply Chain Management (SCM)

Traduzido como gestão da cadeia de suprimentos, é responsável pelo fornecimento de dados referentes a insumos, recursos e matérias-primas que a sua companhia precisa para funcionar.

SRM (Supplier Relationship Management)

Esse é um módulo responsável por gerir o relacionamento com os prestadores de serviços, fornecedores de matérias-primas e de mercadorias. Esse módulo é fundamental para que você possa administrar de forma mais eficiente as suas compras, trabalhando o relacionamento com os diversos fornecedores da empresa.

PLM (Product Lifecycle Management)

Trata-se de uma ferramenta que possibilita que você entenda cada aspecto da história do produto. Assim, você pode aumentar a qualidade dos processos relacionados a ele, atuando para elevar o desempenho da equipe e a satisfação do seu consumidor.

Módulo de vendas

Com esse módulo, você acompanha o desempenho da área de vendas e também a performance do time e de cada funcionário de forma individual.

Como implantar um sistema de gestão integrada na empresa?

Para escolher um sistema de gestão integrada é importante considerar as necessidades e as particularidades do seu negócio. Para isso, um mapeamento dos processos é necessário. Veja algumas das principais etapas para implantar o sistema de gestão integrada na sua empresa!

Diagnóstico das demandas

O primeiro passo é identificar quais processos precisam ser melhorados e quais demandas do negócio devem ser controladas com maior rigor. Nessa etapa, é importante considerar o momento atual da empresa e as projeções de crescimento das demandas, ou seja, a prover escalabilidade aos processos no caso de expansão.

Escolha do sistema mais adequado

A ferramenta mais utilizada para a gestão integrada é o ERP (Enterprise Resource Planning), traduzido para o português como planejamento de recursos da empresa.

Ela apresenta diversos recursos e você deve realizar uma verificação dos sistemas que atendam às demandas exigidas, a fim de fazer uma avaliação para selecionar aquelas mais adequada às necessidades da companhia, como funcionalidades, suporte, facilidade de uso, treinamento, integração com outros sistemas, entre outros.

Treinamento da equipe

Um dos maiores desafios da implementação de um sistema de gestão integrada é o comprometimento da equipe e a aceitação dos novos processos. Por isso, conhecer e dominar as funcionalidades disponíveis, treinando os funcionários por área de atuação, é fundamental para garantir o sucesso dessa ferramenta na empresa.

Monitoramento dos resultados

Para evidenciar os resultados da adoção de um sistema de gestão integrada, é importante realizar o monitoramento do retorno obtido com a ferramenta. Para isso, você pode analisar questões como:

Assim, um sistema de gestão integrada é a ferramenta ideal para otimizar tempo e recursos na sua companhia, além de possibilitar uma gestão estratégica e baseada em dados.

Se você gostou deste artigo sobre sistema de gestão integrada, compartilhe-o nas redes sociais para que mais pessoas possam ter acesso ao tema!

sexta-feira, 6 de Novembro de 2020 - 11h11

Deixe um Comentário

6 + 13 =