Você está aqui

            Em 2022 comemoramos os 80 anos de atuação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), criado, mantido e gerido pela indústria. Em oito décadas, o SENAI/RS, ligado à Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS) já formou cerca de 5,4 milhões de profissionais. Isto explica o vínculo e a aproximação com as demandas industriais e com a definição do perfil profissional, contemplando não só competências básicas e técnicas, mas também socioemocionais, incluindo trabalho em equipe, iniciativa, resolução de problemas, responsabilidade, orientação para resultados, pesquisa, planejamento e várias outras.

           No ano de sua criação, 1942, também foi promulgada a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) que instituiu o então programa Menor Aprendiz, hoje conhecido como Jovem Aprendiz. No programa, que tem 20 mil matrículas por ano no Estado, o aluno estuda gratuitamente e recebe remuneração da empresa. A formação deste profissional é potencializada a partir da Metodologia SENAI de Educação Profissional, com base em princípios norteadores como aprendizagem significativa, contextualização, incentivo ao pensamento criativo e à inovação, para citar alguns.

        Porém, apesar de muito sucesso nestes 80 anos, o programa pode e precisa melhorar, principalmente o conjunto de leis e portarias que regem o processo do Jovem Aprendiz. No caso de o aluno iniciar o curso no SENAI com 14 anos, após 18 meses terá no máximo 16 anos, e a atual legislação dificulta e desestimula a contratação do menor de idade pela indústria. É uma realidade diferente da observada na União Europeia, onde o jovem pode trabalhar na indústria com idade inferior aos 18 anos. Na Alemanha, por exemplo, é utilizado o sistema dual de ensino, intercalando períodos na escola e na empresa.

              A chance de modernizar a legislação com a promoção de uma educação profissional vinculada ao Novo Ensino Médio pode estar na portaria do Ministério do Trabalho e Previdência nº 14.293, de dezembro passado, criando um grupo de trabalho tripartite com o objetivo de discutir melhorias sobre a aprendizagem e a empregabilidade de jovens no mercado brasileiro.


CARLOS TREIN 
Diretor Regional do SENAI/RS
quinta-feira, 27 de Janeiro de 2022 - 15h15

Deixe um Comentário

2 + 17 =