Você está aqui

Recursos financeiros, estruturais e humanos compõem a gestão empresarial de uma companhia. O correto gerenciamento desses recursos é fundamental para a competitividade da corporação no mercado, garantindo seu espaço frente à concorrência cada vez mais acirrada.

Quando os gestores ignoram o gerenciamento desses recursos, vários prejuízos podem ser causados, inclusive intangíveis, ou seja, aqueles relacionados à marca e à reputação da empresa.

Continue a leitura e saiba mais sobre qual a importância de uma gestão empresarial mais estratégica na indústria!

Afinal, o que é gestão empresarial?

Trata-se do gerenciamento de toda a empresa, e para isso, são considerados o conjunto de todas as atividades empresariais, que têm como objetivo levar a organização ao atingimento de seus objetivos estratégicos.

A gestão empresarial é importante porque tem a capacidade de administrar de forma correta os recursos da indústria, com a intenção de otimizá-los, ao mesmo tempo em que eleva os resultados. Por isso, é tão importante no cenário de qualquer corporação, já que, com o advento da incorporação de novas tecnologias, é preciso se empenhar para se destacar da concorrência e garantir a fatia de mercado da corporação.

As fases econômicas, com os adventos das crises, como a causada pelo novo Coronavírus, também devem ser consideradas na gestão estratégica empresarial. Isso porque crises surgem a todo o momento, e uma boa administração dos recursos é capaz de fazer com que a corporação passe por momentos de turbulência e se recupere mais rapidamente.

Nesse cenário, o gestor precisa de inteligência e uma boa dose de flexibilidade para aproveitar cada momento, a fim de preservar os recursos humanos e financeiros, enquanto eleva a produtividade e mantém a competitividade.

Como fazer uma gestão empresarial mais estratégica?

Gerenciar uma empresa não é uma tarefa fácil, pois são muitas variáveis que envolvem o negócio, como economia, capital humano, mercado e até mesmo mudanças sociais. Para ajudar você, separamos algumas dicas de como fazer uma gestão empresarial mais estratégica. Acompanhe!

Conheça a realidade da empresa

Para fazer uma gestão estratégica eficiente, é preciso estruturar os processos da empresa, além de conhecer sua realidade a fundo. Isso significa analisar os históricos anteriores para prever tendências e fazer os ajustes necessários para garantir a eficiência da operação. Reuniões de feedback com as equipes também são fundamentais na hora de conhecer a realidade da companhia.

Faça uma pesquisa de mercado estratégica

Conhecer o mercado é imprescindível para propor ações que fortaleçam a marca, ao mesmo tempo em que mitigamos erros. Além disso, proporciona conhecer as tendências tecnológicas e fazer uma análise preditiva, o que ajuda a elevar a competitividade da organização, atualizando sobre as preferências do consumidor e outras tendências também relacionadas à economia.

Conheça e otimize processos

Processos bem estruturados são fundamentais para o sucesso de qualquer empresa. Além disso, a otimização de recursos, como adiantamos, é importante para um melhor aproveitamento dos insumos e capital humano, indispensáveis para a sustentabilidade do negócio. Se bem conduzido, a otimização dos processos ainda pode contribuir para a elevação dos resultados.

Que ferramentas podem ajudar sua gestão?

Todo gestor precisa de ferramentas eficientes para manter um maior controle sobre a corporação e fazer uma boa gestão empresarial. Separamos algumas para você a seguir. Acompanhe!

Análise SWOT

Este é um modelo gráfico que ajuda na avaliação do ambiente interno e externo das empresas. Resumidamente, trata-se do levantamento de pontos relacionados à empresa com foco em:

  • fraquezas;
  • forças;
  • ameaças e;
  • oportunidades.

Com o resultado dessas análises é possível compreender no que o negócio se destaca e no que pode ser melhorado com relação à concorrência. A partir disso, você consegue buscar soluções para diferenciar a empresa no mercado e aumentar a competitividade dela.

Matriz BCG

Trata-se de uma ferramenta que possibilita fazer a identificação dos serviços e produtos que conferem mais lucros para o negócio. Com a matriz BCG, você tem um ponto de vista mais analítico acerca do seu mix de soluções.

Com isso, você é capaz de manter um maior equilíbrio entre participação de mercado e potencial de crescimento, analisando se os serviços e produtos oferecidos atendem à demanda.

A matriz BCG é idêntica à matriz SWOT. Contudo, o eixo x é diz respeito à participação de mercado e o eixo y se refere ao potencial de crescimento.

Após a construção do gráfico, é possível distribuir as mercadorias ou serviços da sua indústria nos quatro quadrantes que se formam. Assim, existem quatro opções de decisão, de acordo com a segundo a classificação de cada solução, para definir a gestão estratégica de negócios:

  • manter a participação de mercado;
  • elevar a participação de mercado;
  • obter retorno máximo, usufruindo das ações de marketing e depois encerrar a operação;
  • tirar a mercadoria ou serviço, porque ele não é rentável o suficiente.

PDCA

O método PDCA pode ser aplicado em qualquer organização. De modo geral, ele se aplica à gestão de qualidade e melhoria de processos e projetos, e também no desenvolvimento de novos produtos. A sigla PDCA se traduz em quatro palavras em inglês:

  • Plan (planejar);
  • Do (fazer);
  • Check (checar);
  • Act (agir).

Cada etapa forma o ciclo da melhoria continuada, que tem como objetivo levar a um planejamento para a ação de melhoria. Logo, pode ser definido como um planejamento de quatro etapas, com começo, meio e fim – ou não, já que as empresas estão em constante desenvolvimento e os ciclos precisam sempre se renovar.

Qual a importância da capacitação profissional?

Para fazer uma gestão empresarial eficiente, é fundamental estar capacitado para os desafios profissionais que envolvem a gestão de um negócio. O avanço da tecnologia, as variações na economia e a habilidade para lidar com as pessoas devem ser estar sob o olhar do gestor. Dessa forma, é possível garantir uma equipe mais coesa, melhorar os processos e manter uma posição competitiva no mercado.

Além disso, estar apto para estudar o mercado e promover a personalização na indústria, a fim de torná-la referência, é fundamental para garantir o sucesso da corporação. Nesse cenário, frequentar cursos, workshops, eventos e estar atento a tudo o que acontece dentro e fora da companhia é necessário para uma gestão empresarial realmente eficiente.

Como vimos, uma boa gestão empresarial passa por conhecer a fundo a empresa, seus processos, usar as ferramentas certas e também se manter atualizado com os cursos de capacitação profissional.

Para continuar estudando e saber mais sobre o assunto, confira também como integrar dados da empresa!

Terça-feira, 1 de Setembro de 2020 - 8h08

Deixe um Comentário

16 + 4 =